Covid-19: ONU lança iniciativa para combater a desinformação sobre a pandemia

Cidade da Praia, 22 Mai (Inforpress) – As Nações Unidas lançaram uma iniciativa intitulada “Verified” (verificado) para combater o “crescente flagelo” de desinformação sobre a Covid-19 e aumentar o volume e alcance de informação “precisa e confiável”.

Na cerimónia de lançamento desta iniciativa que teve lugar esta quinta-feira, 21, o secretário-geral da ONU, António Guterres, considerou que não se pode ceder os espaços virtuais a aqueles que publicam “mentiras, medo e ódio”.

“Desinformação é divulgada online em aplicativos de mensagem e de pessoa para pessoa. Seus criadores usam produção e métodos de distribuição maliciosos. Para combater isto, cientistas e instituições como as Nações Unidas precisam alcançar pessoas com informação acurada, na qual possam confiar”, afirmou.

Esta iniciativa, liderada pelo Departamento de Comunicação Global (DCG) da ONU, segundo um comunicado de imprensa, disponibiliza informações sobre três temas, designadamente a ciência para salvar vidas, a solidariedade para promover a cooperação local e global e soluções para defender o apoio às populações impactadas.

Também, ajuntou, promoverá pacotes de recuperação que abordem a crise climática e tratem das causas principais da pobreza, da desigualdade e da fome.

A iniciativa visa convidar pessoas de todo o mundo para que se inscrevam e se tornem “voluntários da informação” que partilhe conteúdo que mantenha as suas famílias e comunidades seguras e ligadas.

O DGC, de acordo com o documento em apreço, irá fazer parceria com agências da ONU e equipas de país da ONU, influenciadores, sociedade civil, empresas e organizações de mídia para distribuir conteúdo “confiável e acurado” e trabalhar com plataformas de mídia social para “erradicar afirmações de ódio e prejudiciais” sobre a covid-19.

A sub-secretária-geral da ONU para a Comunicação Global, Melissa Fleming, também considerou que em muitos países a “crescente desinformação” em canais digitais está “impedindo a resposta” de saúde pública e “provocando instabilidade”.

“Há esforços inquietantes de explorar a crise para avançar nativismo ou atingir grupos minoritários, o que pode piorar na medida em que a pressão aumenta nas sociedades e instabilidades económicas e sociais entram em cena”, afirmou

A iniciativa “Verified” também irá trabalhar para enfrentar esta tendência com “conteúdo de esperança” que celebre actos locais de “humanidade, as contribuições de refugiados e migrantes, e defenda a cooperação global”.

A iniciativa é uma colaboração com a “Purpose”, uma das organizações líderes mundiais em mobilização social e financiado pela  Fundação IKEA e Luminate.

AM/HF/ZS
Inforpress/Fim

Scroll to Top