Covid-19: Câmara de São Lourenço dos Órgãos retoma alguns serviços mínimos e obras

João Teves, 23 Mai (Inforpress) – A Câmara Municipal de São Lourenço dos Órgãos retomou alguns serviços mínimos e obras, de acordo com o decreto do estado de emergência para a ilha de Santiago, a vigorar até às 00:00 de 29 de Maio.

A informação foi divulgada na página de Facebook da autarquia, lembrando que os serviços passam a funcionar com 25 por cento (%) dos seus colaboradores e com o horário de atendimento entre as 09:00 e as 14:00.

Com o funcionamento de alguns serviços mínimos, a edilidade laurentina assegura que já adoptou um conjunto de medidas de segurança sanitária e precaução para se evitar a propagação da pandemia provocada pelo novo coronavírus (covid-19).

Em relação às audiências,  informou que os munícipes podem recorrer ao contacto telefónico 2711559, para o fazer.

De entre as medidas destacam-se a disponibilização de máscaras, álcool gel e álcool aos funcionários, instalação da barreira de atendimento, lavador das mãos logo à entrada dos serviços de atendimento e viatura para transporte dos trabalhadores de e para as suas residências.

O município liderado por Carlos Vasconcelos informa ainda que foram retomadas algumas obras, nomeadamente do campo relvado, Centro Saúde, requalificação da estrada de Ribeirão Galinha até Gomiciano e reabilitação de moradias nas zonas altas.

Acrescenta ainda que nos próximos dias, os empreiteiros vão iniciar os preparativos para a retoma das obras do Centro Interpretativo, miradouro e escadaria de Longueira, arredores de polivalente de Ribeirão Galinha, Unidade Sanitária de Base de Pico Antónia, jardim de Achada Costa, Auditório Municipal, estrada de Covada, requalificação da estrada de Larangueira em Pico Antónia e algumas frentes de trabalho, respeitando todas as regras de distanciamento físico.

Por tudo isso, a câmara municipal apela aos utentes que quando se dirigirem aos Paços do Concelho, à procura de alguns serviços, devem fazê-lo sempre devidamente protegidos com máscara facial e respeitar o distanciamento social em fila de espera.

FM/AA

Inforpress/Fim

Scroll to Top