Foto arquivo

Covid-19: Cabo Verde com 11 casos suspeitos do novo coronavírus

Cidade da Praia, 26 Mar (Inforpress) – Cabo Verde conta hoje com 11 casos suspeitos do novo coronavírus, sendo cinco na Boa Vista, três na Praia, um no Porto Novo (Santo Antão), um em São Vicente e outro no Tarrafal (Santiago).

Em conferência de imprensa, o director Nacional da Saúde, Artur Correia, explicou que o arquipélago continua sem casos autóctones, apenas com casos importados.

No que respeita a casos suspeitos aquele responsável pelo sector da saúde esclareceu ainda que os casos suspeitos obedecem a um conjunto de critérios clínicos e epidemiológicos, que se inicia com sintomas e ligação a países onde existe transmissão activa, assim como pessoas que estiverem ligados a um caso positivo no País.

“Também queria informar que provavelmente vamos ter mais casos suspeitos à medida que a nossa capacidade de seguimento em relação aos doentes que estão em quarentena, quer nos hotéis ou a nível domiciliar, porque estamos a concertar os nossos esforços no seguimento destes doentes”, afirmou.

O director Nacional da Saúde informou ainda que, neste momento, estão a nível nacional 40 médicos atrás da linha verde para “responder, esclarecer e detectar precocemente” eventuais casos que possam ser encaminhados ao serviço de saúde.

Ainda segundo Artur Correia, a partir de hoje foi associado à linha verde uma extensão de atendimento psicológico com um grupo de quinze psicólogos para atender apoiar as pessoas em quarentena e a população, no geral, para diminuir a ansiedade das pessoas e contribuir para o clima de serenidade e confiança que o País está a passar.

Conforme Artur Correia, em Cabo Verde até o momento foram feitos 23 testes e todos casos suspeitos e em seguimento que depois manifestaram sintomas.

Na ocasião informou que todos estão sujeitos a desenvolver o vírus, sejam idosos ou jovens, mas avisou que a única prevenção é manter-se em casa em quarentena, apesar de reconhecer que os idosos e pessoa com doenças crónicas são os de maior risco de desenvolver a Covid-19.

“No grupo de suspeito a idade mínima que tivemos foi de 19 anos, mais vai até 62 anos”, confirmou.

A título de informação, revelou a Inforpress que só na quarta-feira, 25, a linha Verde 800 11 12 atendeu, só da Cidade da Praia, cerca de 40 chamadas.

A pandemia do novo coronavírus matou já pelo menos 20.599 pessoas em todo o mundo desde seu aparecimento em Dezembro na China, segundo um balanço efectuado por fontes oficiais.

De acordo com estes dados mais de 447.030 casos de infecção foram oficialmente diagnosticados em 182 países e territórios desde o início da epidemia. Entre esses casos, pelo menos 104.300 foram considerados curados pelas autoridades de saúde.

Os países com mais mortes nas últimas 24 horas são Espanha, com 738 novas mortes, Itália (683) e França (231).

A China (sem os territórios de Hong Kong e Macau), onde a epidemia começou no final de Dezembro, contabilizou um total de 81.218 casos (47 novos entre terça-feira e hoje), incluindo 3.281 mortes (quatro novas) e 73.159 recuperações.

PC/AA

Inforpress/Fim

 

Scroll to Top