Coronavírus mata duas cabo-verdianas na França

Cidade da Praia, 22 Mar (Inforpress) – Duas emigrantes cabo-verdianas radicadas na França morreram hoje vítimas do novo coronavírus, a notícia é avançada por uma fonte familiar e confirmada pela Rádio de Cabo Verde (RCV).

As duas mulheres, de 60 e 80 anos, são, segundo as mesmas fontes, naturais de São Vicente e residiam ambas em Paris.

O on-line Santiago Magazine identifica as vítimas como Justina Ramos Nonardo, de 60 anos de idade, que trabalhava num jardim infantil e Isabel Cabral, de 80 anos, que estaria reformada.

Cabo Verde registou, até agora três casos positivos do covid-19, sendo os afectados três turistas, dois ingleses e uma holandesa, todos na ilha da Boa Vista.

O covid-19 já causou pelo menos 13.444 mortos no mundo desde que apareceu em Dezembro, segundo um balanço feito hoje pela agência France-Presse a partir de fontes oficiais às 11:00 TMG (09:00 na Praia).

Mais de 308.130 casos de infecção foram oficialmente diagnosticados em 170 países e territórios desde o início da epidemia, em Dezembro, na China. O surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

GSF/ZS

Inforpress/Fim

Scroll to Top