• Save

CHAN 2020: Ministro do Desporto pede aos atletas que representem país de “forma digna”

Cidade da Praia, 19 Jul (Inforpress) – O ministro dos Desportos, Fernando Elísio Freire, pediu aos atletas que irão disputar a fase de qualificação para o Campeonato Africano das Nações para jogadores residentes (CHAN), Etiópia 2020, para representem Cabo Verde de “forma digna”.

O também ministro de Estado, dos Assuntos Parlamentares e da Presidência do Conselho de Ministros falava esta semana à Inforpress, em Tarrafal de São Nicolau, momentos antes a final da Taça Independência (futebol), que se disputou naquela ilha e que Santiago se sagrou campeã ao vencer Santo Antão por 2 a 1.

“Dizer aos nossos atletas, aos nossos jogadores que a nação inteira está com eles e que representem de forma digna Cabo Verde, um povo que sempre soube lutar para atingir os seus objectivos”, afirmou o governante.

A selecção nacional iniciou hoje, no Estádio da Várzea, Praia, os treinos de preparação para o jogo com a Mauritânia, a contar para a qualificação do Campeonato Africano das Nações para jogadores residentes (CHAN), Etiópia 2020.

O jogo da primeira mão realiza-se a 27 de Julho, no Estádio Nacional, Cidade da Praia, e o segundo encontro esta marcado para 03 de Agosto, na Mauritânia.

Durante uma conferência de imprensa realizada esta sexta-feira na cidade da Praia, para a oficialização da equipa técnica e divulgação da lista dos convocados, o seleccionador nacional, Janito Carvalho, assegurou que vai trabalhar e dar o seu máximo, uma vez que o objectivo é ganhar e estar presente no CHAN 2020.

Janito Carvalho avançou que a selecção da Mauritânia que esteve presente na última edição do CHAN 2018, que decorreu em Marrocos, tem estado “muito activa”, e que este impulso poderá ser uma vantagem para eles, mas realçou que está confiante na qualidade da equipa cabo-verdiana.

Entretanto afirmou que a estratégia da selecção cabo-verdiana para vencer a congénere da Mauritânia passa por ter uma equipa com possibilidades próprias, confiante no potencial dos seus jogadores que estão disponíveis para lutar e conseguir a qualificação pela primeira vez.

GSF/CP

Inforpress/Fim