“Celebração do centenário do nascimento de Amílcar Cabral vai ser um grande momento e marcante” – PM (c/áudio)

Tarrafal, 11 Set (Inforpress) – O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, disse acreditar que o centenário do nascimento de Amílcar Cabral, “pai” da independência conjunta da Guiné-Bissau e de Cabo Verde, em 2024, vai ser “um grande momento e marcante”.

Ulisses Correia e Silva falava aos jornalistas, este sábado, no Tarrafal (ilha de Santiago), momentos antes de participar no evento “Prime Minister Speaker Series” (série de conversas com o primeiro-ministro), que teve como “convidada especial” a activista social Graça Machel, quando foi instado a pronunciar-se sobre a preparação das comemorações do centenário de Amílcar Cabral.

“A celebração do centenário do nascimento de Amílcar Cabral vai ser um grande momento e o Governo vai participar seguramente nesta acção. Temos estado a trabalhar em parceira com Fundação Amílcar Cabral para podermos fazer uma celebração que seja marcante”, vaticinou o chefe do Governo.

No entanto, para celebrar o 98º aniversário do também considerado “segundo maior líder da humanidade” o Instituto Pedro Pires (IPP) tem agendado uma conversa entre Graça Machel e mulheres e jovens empreendedores, aprazado para esta segunda-feira, na Cidade da Praia.

Amílcar Cabral nasceu a 12 de Setembro de 1924 em Bafatá, na Guiné-Bissau, filho de Juvenal Cabral e Iva Pinhel Évora.

FM/HF

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos