Cabo Verde tem mostrado uma capacidade operacional importante no combate ao tráfico de drogas – ONUDC (c/áudio)

Cidade da Praia, 26 Jun (Inforpress) – A representante do Escritório das Nações Unidas contra a Droga e Crime (ONUDC) em Cabo Verde disse que o país tem mostrado capacidade operacional importante no combate ao tráfico de drogas e estratégias claras para reforçar as necessidades.

Em entrevista à Inforpress, no âmbito do Dia Internacional Contra o Abuso de Drogas e o Tráfico Ilícito, que se assinala a 26 de Junho, Cristina Andrade explicou que Cabo Verde tem tido “avanços significativos” na matéria e o que trabalho “deve ser direccionado neste sentido”, com vista “à consolidação desses resultados”.

“Cabo Verde tem mostrado uma capacidade operacional importante, através de grandes apreensões de drogas que tem feito”, indicou, ajuntando que o arquipélago mostra também que as instituições funcionam, há um quadro legal que favorece e o país tem “investido a nível da prevenção”.

Segundo revelou, a ONUDC tem trabalhado com as autoridades nacionais “numa abordagem integrada”, tocando todas as dimensões da problemática da droga e da toxicodependência, nomeadamente a saúde, justiça e segurança, sendo esta uma forma de impedir respostas condicionadas.

De acordo com a responsável, há uma parceria para reforçar as autoridades na área de justiça criminal, no sentido de “cada vez mais reprimir” o tráfico de drogas, prevenir o crime de narcotráfico, sobretudo o tráfico de trânsito de cocaína e a toda a criminalidade conexa.

“Damos assistência em termos da formulação do quadro legal à luz das convenções que Cabo Verde é parte, para poder trabalhar e cooperar com os outros estados membros nesta matéria”, sustentou.

Destacou ainda que a ONUDC aposta também no reforço das capacidades da sociedade civil para melhor informar e sensibilizar, como também a nível do tratamento das dependências, criando protocolos, instrumentos de cuidados com base em evidências.

“Para nós é importante que haja de facto respostas baseadas em dados e se possa fazer um seguimento dos resultados e ajustamentos necessários, em função dos impactos desses resultados.

A ONUDC coordena as três convenções contra a droga, a criminalidade organizada e a corrupção. Enquanto guardiã dessas três convenções, trabalha com as autoridades nacionais, no sentido de ajudar a implementar as recomendações dessas convenções que Cabo Verde é parte.

Este ano, em parceria com a Comissão de Coordenação do Álcool e outras Drogas (CCAD), realizam uma conferência nacional sobre redução de riscos e minimização de danos, para celebrar Dia Internacional Contra o Abuso de Drogas e o Tráfico Ilícito.

O tema mundial escolhido pelo ONUDC para 2019 é “Saúde para a Justiça, Justiça para a Saúde”, ressaltando que a justiça e a saúde devem estar lado a lado quando se trata de abordar problemas com as drogas.

Nesse sentido, a conferência nacional pretende sensibilizar os actores e todas as partes interessadas no campo da prevenção e tratamento do uso de drogas e repressão, para a relevância do Programa de Redução de Riscos e Minimização de Danos, através das partilhas de pesquisas, práticas e normas internacionais, visando um modelo que se adapte ao contexto cultural e perfil epidemiológico de Cabo Verde.

HR/JMV

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap