Boa Vista: Delegada garante que direcção cessante está a assegurar funcionamento da Escola Secundária

Sal Rei, 16 Jan (Inforpress) – A direcção cessante está a assegurar o funcionamento da Escola Secundária até que a nova direcção tome posse, o que deverá acontecer no final de Janeiro, garantiu hoje a delegada de Educação da Boa Vista, Risandra Gabriel.

A dirigente assegurou estas informações a propósito da denúncia do membro da direcção cessante Abel Ramos, que afirmou que Escola Secundária da Boa Vista encontra-se sem direcção desde o mês de Novembro, após o término da comissão de serviço da gestora cessante, Eloisa Melo.

Conforme explicou a delegada Rosandra Gabriel, o decreto-lei n° 8 de 2019, artigo 98, que regula a funcionalidade da gestão de escolas,  postula que, quando findo a comissão de serviço, a direcção cessante permanece em funções até a tomada de posse da nova equipa, pelo que avançou “deverá acontecer até no final do mês de Janeiro”.

“A escola secundária não está sem direcção”, reforçou a delegada, que adiantou que se está no processo de “passagem de gestão, a ser primeiramente assegurada pela inspecção”.

Por isso, garantiu que enquanto decorre este processo a direcção cessante continue a exercer e assegurar as suas funções directivas e o funcionamento da Escola Secundária, estando apta a “resolver qualquer eventual problema” que possa surgir.

A mesma fonte disse que quando soube da denúncia através dos meios de comunicação social, contactou a directora cessante afim de saber o que se passava, e que, entretanto, lhe reiterou o compromisso assumido de aguardar nas funções, até a tomada de posse da nova direcção.

Sob o processo, Risandra Gabriel ainda informou que já fez a proposta de um novo corpo directivo da Escola Nova e que se terá que aguardar que o Ministério de Educação homologue a sugestão enviada.

A seguir, continuou, depois da publicação no Boletim Oficial, a nova direcção tomará posse, pelo que, repetiu, “talvez no final deste mês ter-se-á novo director ou directora da Escola Secundária”.

A delegada garantiu que quando tudo se resolver, ou seja, quando houver nova equipa directiva, fará uma comunicação ao público e à comunidade educativa.

VD/AA

Inforpress/Fim

Scroll to Top