Atletismo: Gracelino Barbosa termina o mundial de Polónia com a medalha de prata nos 200 metros livres

Cidade da Praia, 27 Fev. (Inforpress) – Gracelino Barbosa, atleta internacional cabo-verdiano paralímpico despediu-se hoje do World Indoor Athletics Torun 2020”, da Polónia, com a conquista da terceira medalha, desta feita de prata, alcançada na final dos 200 metros livre na cidade de Torun.

O atleta que já estava confiante de que iria ganhar a prova, venceu na quarta-feira a prova dos 60 metros livres e 60 metros barreiras da qual detém o recorde do mundo, terminou a final dos 200 metros com a marca de 22 segundos e 93 centésimos.

Nesta prova de hoje, o atleta cabo-verdiano foi suplantado pelo francês C. Kouakou que bateu o recorde do mundo com o tempo de 22:04, tendo o pódio sido fechado pelo espanhol Dionibel Rodriguez com a marca de 23:06.

À Inforpress, Gracelino Barbosa, que tem o patrocínio da Caixa Económica de Cabo Verde, manifestou a sua alegria pelo feito alcançado ao terminar o mundial com medalhas de ouro nos 60 metros livres e 60 metros barreiras, e prata nos 200 metros livres.

O atleta manifestou, por outro lado, a sua insatisfação por não ter conseguido contar com o apoio do Governo neste mundial, alegando que teve inclusive de custear as suas próprias despesas para representar Cabo Verde no Mundial de entre outras contrariedades.

Promete, entretanto, continuar a trabalhar, com ou sem apoio, afirmando que apesar dos seus 35 anos se sente em alta para disputar títulos mundiais.

Barbosa deixa Polónia esta sexta-feira com destino a Portugal, tendo pelo meio uma escala em Londres.

Promete estar em Cabo Verde na próxima semana para uma acção publicitária com uma empresa de comércio cabo-verdiana.

CG/SR/ZS

Inforpress/Fim

Scroll to Top