Associação Terrimar alerta para o “problema grave” da com poluição marinha que está a causar danos às tartarugas 

Porto Novo, 17 Jan (Inforpress) – A associação Terrimar – Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, com sede em Santo Antão, manifestou hoje preocupação com a poluição marinha, que considera “um problema grave” que está a causar “danos” às tartarugas marinhas.

A inquietação foi divulgada hoje por esta associação na sequência da morte de uma tartaruga fêmea da espécie caretta carreta na praia de Armazém, na cidade do Porto Novo, vítima da poluição marinha.

A tartaruga foi encontrada enrolada em redes e linhas de pesca, explicou a associação, segundo a qual o caso desta tartaruga é “só um exemplo de entre milhares que acontecem nos nossos mares”.

A Terrimar alerta para o “problema grave” que é a poluição marinha, a qual vem causando “danos” às tartarugas marinhas.

No município do Porto Novo, a câmara municipal vai este ano apoiar financeiramente a campanha de protecção das tartarugas marinhas, de acordo com o seu plano de actividades para 2023, em que inscreveu uma verba de cerca de 60 mil contos para o sector do ambiente.

JM/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos