• Save

ANCV inicia ciclo de “conversas abertas” sobre história das ilhas e suas gentes para divulgar espólio existente

Cidade da Praia, 13 Set (inforpress) – O Arquivo Nacional de Cabo Verde (ANCV) iniciou hoje, na Cidade da Praia, um ciclo de “conversas abertas”, como periodicidade mensal, sobre a história das ilhas e suas gentes, para divulgar o espólio existente e os trabalhos dos pesquisadores.

Sob a rúbrica “Histórias contadas nos documentos do Arquivo Nacional de Cabo Verde“, este primeiro encontro contou com a intervenção do professor e investigador Carlos Santos, que expôs as suas pesquisas sobre a história e as vivências dos municípios de Tarrafal e de Santa Catarina de Santiago.

Em conversa com a Inforpress, antes da sua oratória, o investigador disse que se trata de um “trabalho inédito”, que abarca o período de 1540 a 1790 da parte norte da ilha de Santiago.

O primeiro assentamento populacional do Tarrafal, a passagem do capitão Robert, as ondas de Saques na Baía do Tarrafal, a passagem do Don. Frei Francisco, foram os temas apresentados pelo pesquisador.

Carlos Santos disse que essa iniciativa do ANCV vai estimular os interesses dos pesquisadores, estudantes e mesmo dos munícipes pela história e vivências dos respectivos concelhos.

O conservador do ANCV, José Maria Borges, esclareceu que o objectivo deste ciclo de conversas abertas é colocar a disposição da sociedade civil os estudos que a instituição tem desenvolvido.

“Nesta primeira [conversa aberta] vamos fazer até Dezembro para testar toda a dinâmica deste tipo de evento e, se tudo correr bem, no próximo ano continuaremos”, garantiu.

OM/CP

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap